Os impactos positivos que a previsibilidade financeira pode trazer para clínicas e hospitais



Para Éber Feltrim, CEO da SIS Consultoria, o conceito traz mais segurança e assertividade na tomada de decisões

Gerenciar uma clínica médica engloba uma série de responsabilidades financeiras, como o desenvolvimento de relatórios administrativos, pagamento de salários, compra de materiais e medicamentos, entre muitos outros. Porém, quando não há estabilidade no faturamento, todas essas atividades causam incertezas e prejudicam o bom fluxo do negócio.

No entanto, com um planejamento assertivo, é possível alcançar a previsibilidade financeira, o que facilita as tomadas de decisão e melhora o fluxo de caixa por diminuir os gastos.

De acordo com Éber Feltrim, especialista e consultor de negócios na área da saúde e CEO da SIS Consultoria, a previsibilidade financeira é capaz de diminuir os riscos ao auxiliar na administração das clínicas. “Assim, será possível tomar melhores decisões em relação ao futuro e mensurar todos os dados financeiros, como receita, despesas, custos e lucratividade, além de analisar e verificar a real situação de cada um desses tópicos, facilitando as decisões relacionadas ao futuro do negócio e seus investimentos”, revela.

Para o consultor, os principais desafios para desenvolver esse tipo de metodologia estão relacionados à organização. “É importante anotar todos os dados financeiros em planilhas ou em um sistema de gestão. Sem essas informações, as decisões do gestor ficam mais vulneráveis a erros do que acertos. Com isso, projetos futuros podem sofrer com os impactos de ações executadas sem uma base sólida”, relata.

Feltrim alerta que a inadimplência no pagamento dos pacientes é um fator determinante e deve ser levada em consideração nessa previsão. “Caso a empresa tenha um grande número de clientes inadimplentes é mais difícil prever como acontecerão as entradas financeiras e isso impede uma projeção de organização. Realizar o fluxo de caixa projetado deixa de ser uma tarefa certeira, uma vez que não existem garantias de quando esses pagamentos ocorrerão”, pontua.

A partir da análise de dados históricos de adimplência é possível estimar a probabilidade do cliente ser um bom pagador. Algumas ferramentas e ações preventivas são importantíssimas para controle e redução da inadimplência:

– Consulta de CPF;

– Rating de crédito do cliente;

– Automação de cobranças;

– Sistema de gestão de clientes;

– Régua de comunicação;

– Bom relacionamento;

– Negociação de dívidas;

– Políticas claras de pagamento;

– Benefícios a bons pagadores;

– Emissão de nota fiscal.

A assertividade que os dados oferecem é um dos principais benefícios da previsibilidade financeira. “Saber quanto seus custos irão crescer frente ao faturamento pode ser a chave para planejar ações futuras com mais precisão. Assim, fica mais fácil acertar na hora de planejar medidas para aumentar as vendas, contratar novos colaboradores ou mudar os canais de distribuição”, declara o CEO da SIS Consultoria.

De acordo com Feltrim, a utilização de um software especializado pode auxiliar na aplicação desse tipo de metodologia. “Com a adoção da tecnologia é possível incluir todos os dados financeiros a fim de saber detalhes não só de todas as contas e despesas a pagar, mas também das receitas futuras que a clínica irá receber”, finaliza.

fonte: Os impactos positivos que a previsão financeira pode trazer (saudebusiness.com)